Utilizamos cookies para fins analíticos e funcionais visando melhorar sua experiência com nosso website.
Ao navegar, você concorda com nosso uso de cookies.
Fechar
@revistamaisbonita

Capas | Revistas

CLÁUDIA BASSAN

A lei é soberana: Ser elegante e vitoriosa!

Claudia Bassan é advogada, especializada em Direito Civil há 15 anos, e consolidou a sua profissão pela qualidade nos serviços, foco e determinação que estão embasados no comprometimento, estratégia e velocidade. Com o crescimento no cenário jurídico contemporâneo, além de alguns diferenciais, houve a necessidade de criar em 2017 a Bassan Advogadas, com escritório na cidade do Rio de Janeiro, no Universe Empresarial – Edifício Aquila, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.


“O principal motivo que me levou a trabalhar com a advocacia foi a ausência de rotina, advogar é um desafio eterno, todos os dias eu me deparo com uma situação diferente e tento solucionar o problema usando o conhecimento adquirido”, diz. Para a dra Cláudia Bassan advogar é um sacerdócio, uma vocação.” Eu vivo sendo apresentada a problemas que devo encontrar soluções com rapidez, na faculdade a gente aprende como as coisas deveriam acontecer, mas entendi que é bem diferente na vida real”, explica.

“Do que eu mais gosto na minha profissão é do contato humano. Advogar nos obriga a lidar com os clientes, com servidores públicos de todos os níveis, com outros advogados e mesmo com a parte contrária. Isso me faz compreender cada vez mais a natureza humana e admirar a complexidade, variedade, pensamentos e ideias. A escuta é uma ferramenta poderosa que aplico no meu dia dia”, exalta. 

QUARENTENA E MUNDO PÓS-PANDEMIA 
Para a dra Claudia Bassan, a necessidade de trabalhar remotamente, por causa da pandemia de Covid-19, teve vantagens e desvantagens. “O escritório convencional tem a vantagem da convivência diária com os funcionários, o que facilita o conhecimento de seus pontos fortes e fracos, já no escritório virtual, isso precisa ser superado porque é preciso desenvolver um sentimento de confiança entre os funcionários (ou sócios)”, diz a advogada.

“A pandemia impõe um novo paradigma e abre a possibilidade de mudanças profundas no modo de vida. Temos que pensar que a natureza nos pertence e começar a entender definitivamente que nós é que pertencemos a natureza, portanto, temos que cuidar dela”, diz a advogada que tem como terapia fazer trilhas, pedalar, tomar banho de cachoeira, para renovar as energias, e visitar parques nacionais.
“Para enfrentar um período de pandemia intermitente, eu exercitei bastante não só comigo mas como também aumentei a conexão social, pratiquei muito a empatia nesse cenário de crise. As coisas simples, como um abraço ou um beijo, ganharão outro peso pós-pandemia”, diz.

Além de sua rotina entre seu apê em Jacarepaguá e o trabalho na Barra, a advogada se divide e toda semana, vai para São Paulo, onde atende alguns clientes, e nos fins de semana, pega a estrada rumo a Mangaratiba ou Teresópolis, além de suas aulas de pilates e musculação. 

Minha máxima de vida é simples como meus anseios: fale com todos, relacione-se com vários, confie em poucos, seja honesto consigo e descubra o que você realmente gosta de fazer; Estude muito; Tenha um sonho e lute muito por ele! Sorria, beba vinho, ame e seja feliz. “A conexão com o universo me faz mais forte e sinto a vida mais leve, sabe? Deus é Soberano, minha alma é serena, isso traz um equilíbrio. Milagroso!”.

Contato: www.bassanadvogadas.com.br

Colunista: Dulce Siqueira, jornalista profissional 
(21) 99236-1258  |  dulcesiqueirajornalista@gmail.com
 

Compartilhe

Revista MaisBonita Oficial - 2018

Flag Counter